Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Educar      Família      
Home > A Gênese
Caráter da revelação espírita (ítens 55 a 59) (Estudo 11 de 136)

       

1.- Um outro aspecto da revelação espírita é que ela é dinamica e está sempre em sintonia com a ciência, pois tal como esta última a Doutrina Espírita é progressiva. Isto quer dizer que o Espiritismo é uma filosofia aberta ao progresso da ciência.
Kardec nos coloca com muita propriedade que o Espiritismo jamais será ultrapassado pois "se novas descobertas demostrassem estar em erro sobre um certo ponto, ele se modificará sobre esse ponto, se uma nova verdade se revelar, ele a aceitará ".

2.- Sabemos que todo ser humano trás marcada em sua consciencia as leis morais, mas ainda necessitamos de pequenos lembretes que nos despertem esses conhecimentos. A moral que trazemos conosco é a moral do Cristo, que já tinha sido prenunciada por Sócrates e Platão em termos quase identicos. O Espiritismo vem reafirmar essa moral acrescendo a elaos principios que unem os mundos material e espiritual, despertando no ser humano a solidariedade e o amor ao próximo que deixam de ser praticados como dever e passam a ser praticados com prazer.

3.- No entanto pergunta-se: "Qual a autoridade da revelação espírita, pois que ela emana de seres cujas luzes são limitadas e que não são infalíveis? " Devemos nos lembrar que o ensino dos Espiritos é somente um começo. O ser humano usará esses ensinamentos como ponto de partida para a reflexão e o estudo. Sabemos que os Espiritos são as almas dos homens e portanto sabemos tambem que homens de genio que estiveram encarnados podem nos dar instrucoes sob a forma espiritual da mesma maneira que nos davam quando encarnados.

4.- Porém, os espiritos que se comunicam nao sao somente Espiritos Superiores e sim de todas as ordens e quaisquer que sejam os ensinamentos que nos sao passados cabe a nós discernirmos neles o que há de bom ou mau. O ensino é constante tanto entre encarnados e desencarnados como entre encarnados. Todos podem ensinar-nos coisas que nao sabiamos e que sem eles nao saberiamos.

5. - Os Espiritos com grande conhecimento que estao encarnados tem seu campo de açao restrito e portanto a propagacao de seus conhecimentos é feita de forma lenta. Se um encarnado falasse sobre o mundo espiritual e como se processa o intercambio entre ele e nosso mundo dificilmente alguém acreditaria, visto que somos ainda muito céticos. Por essa razao os conhecimentos foram passados pelos Espiritos como forma de convencer-nos da sua existencia e o fazendo em vários pontos da Terra ao mesmo tempo, o fazem de maneira mais rápida e dao uma prova da verdade na coincidencia desses ensinamentos.



QUESTÕES PARA ESTUDO:

a) Como se dá a relação entre o Espiritismo e as demais ciências?

b) Qual a utilidade da doutrina moral dos Espíritos, se ela é a mesma de Jesus?

c) Como explicar a autoridade da revelação espírita, considerando que ela foi trazida por espíritos ainda falíveis?

d) Por que os conhecimentos sobre a moral de Jesus e os postulados da Doutrina Espírita não foram passados somente pelos espíritos de gênio que estavam encarnados?


  Conclusão deste estudo 
1998-2015 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo