Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Educar      Família      
Home > A Gênese
Da natureza divina (ítens 8 a 14) (Estudo 14 de 136)

       

1.- O homem nao consegue pesquisar a natureza intima de Deus pois nos faltam ainda conhecimentos que somente serão adquiridos com nossa evolução.

2.- No entanto o homem pode através de seu raciocinio chegar ao conhecimento dos atributos divinos e aceitar sua existencia e conhecer melhor as suas obras.

3.- Deus é suprema e soberana inteligencia pois é infinita como o Universo.

4.- Deus é eterno, pois nao teve começo e nem terá fim, nada existindo antes e depois Dele.

5.- Deus é imutável, como imutáveis sao suas leis.

6.- Deus é imaterial, diferente de tudo o que conhecemos e chamamos matéria e portanto nao está sujeito a transformações.
O fato de muitas vezes dizermos que Deus tem olhos ou maos ou ouvidos, assim como sua representacao como um anciao, faz parte da necessidade que ainda temos de materializar para entender Deus.

7.- Deus é todo poderoso, nada nem ninguem é mais poderoso que Ele, ou nao seria Deus

8.- Deus é soberanamente justo e bom a providencial sabedoria das leis divinas se revela nas mais pequeninas coisas, como nas maiores, não permitindo essa sabedoria que se duvide da sua justiça, nem da sua bondade.



QUESTÕES PARA ESTUDO

a) Pode o homem conhecer a natureza íntima de Deus? E os seus atributos?

b) Por que Deus tem que ser a suprema inteligência e eterno?

c) Por que Kardec considera atributos essenciais de Deus ser imutável, imaterial e onipotente?

d) Como se prova a soberana justiça e bondade de Deus?
  Conclusão deste estudo 
1998-2015 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo