Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Educar      Família      
Home > A Gênese
Raça adamica (itens 38 a 42) (Estudo 78 de 136)

       

1.- Dando sequencia ao nosso estudo veremos que foi durante uma imigração ou seja quando uma colonia de Espíritos vindos de outras esferas reencarnaram na Terra, que originou-se a raça simbolizada na pessoa de Adão e por isso é chamada de raça adamica.

2.- Nesta época a Terra já era habitada, mas a raça adamica, mais adiantada do que as outras raças aqui existentes é que com sua chegada vai impulsionar o progresso. Vemo-la desde os seus primordios já apta para as artes, a ciência sem ter passado pela infancia intelectual (caracteristica das raças primitivas). Tudo prova que ela nao era antiga na Terra.

3.- Temos que a doutrina que faz todo o genero humano partir de uma só indivualidade (Adão) não é admissível por uma série de fatores.

4.- Do ponto de vista fisiológico, vemos que certas raças apresentam características físicas que não permitem atribuir-lhes uma origem comum. Podemos dizer que certas diferenças sao produto do meio, mas sabemos que brancos que se reproduzem em países de raça negra nascem brancos e vice-versa. A exposiçao ao sol, torna a pele mais escura, mas não a transforma permanentemente em negra, fator que se dá por fatores genéticos caracteristicos de uma raça.
5.- Adão e seus descendentes são representados na Geneses como homens essencialmente inteligentes pois já constroem cidades, cultivam a terra e trabalham com os metais. Por essa razão não se justifica que tivessem como descendentes povos mais atrasados, o que caracteriza que quando os espíritos da chamada raça adamica reencarnaram na Terra, aqui já existiam raças mais primitivas e que com o passar do tempo através do cruzamento passamos a ter as raças mistas.

6.- Independente dos fatos geológicos vemos que a prova da existencia do homem sobre a Terra antes da época fixada pela Genese é tirada da população do globo. Sabemos que a cronologia chinesa remonta a 30.000 anos; o Egito e a India eram povoados e florescentes tres mil anos antes da era cristã e somente mil anos após a criação do primeiro homem segundo a cronologia biblica. É impossivel que no curto espaço de um ano, uma civilização criada a partir de um unico ser tivesse podido cobrir a maior parte da Terra. Tal fecundidade seria contrária a todas as leis antropológicas.

7.- A impossibilidade torna-se maior se admitirmos que o diluvio destruiu todo o genero humano, restando somente Noé e sua familia. Isso em 2348 anos antes da era cristã. Temos que 612 anos depois do diluvio o Egito era um poderoso imperio. Nessa época os hebreus chegaram ao Egito e foram recebidos como estrangeiros o que comprova que nao tinham nenhuma proximidade genética.

8.- Os fatos corroboram a lógica de que o Homem está sobre a Terra desde época bem anterior a indicada pela Geneses e que as diferenças raciais atestam origens primitivas diversas.


QUESTÕES PARA ESTUDO


a) Como podemos definir a chamada "raça adâmica" e quais as suas principais características?

b) Quais as razões de ordem física apontadas por Kardec para refutar a teoria de que o todo o gênero humano procede de uma única individualidade, representada na figura de Adão?

c) E de ordem moral?

d) De que modo a própria população do globo comprova a existência do homem na Terra antes da época fixada pela Gênese?

e) Qual a incompatibilidade apontada por Kardec entre a época do surgimento do homem na Terra fixada pela Gênese bíblica e o dilúvio narrado na mesma obra?
  Conclusão deste estudo 
1998-2015 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo