Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Educar      Família      
Home > O Livro dos Espíritos
Introdução ao Estudo da Doutrina Espírita - itens VII e VIII (Estudo 4 de 193)

       

Estudo nº LE 004-a

Tema: Introdução (itens VII e VIII)


R E S U
M O


Para muita gente, a oposição das corporações científicas constitui, senão
uma prova, pelo menos forte presunção
contra o que quer que seja. Não somos dos que se insurgem contra os
sábios, pois não queremos dar azo a que
de nós digam que escouceamos. Temo-los, ao contrário, em grande apreço e
muito honrado nos julgaríamos se
fôssemos contado entre eles. Suas opiniões, porém, não podem representar,
em todas as circunstâncias, uma
sentença irrevogável. Desde que a Ciência sai da observação material dos
fatos, em se tratando de os apreciar e
explicar, o campo está aberto às conjeturas. Cada um arquiteta o seu
sistemazinho, disposto a sustentá-lo com
fervor, para fazê-lo prevalecer. Não vemos todos os dias as mais
opostas opiniões serem alternativamente
preconizadas e rejeitadas, ora repelidas como erros absurdos, para logo
depois aparecerem proclamadas como
verdades incontestáveis? Os fatos, eis o verdadeiro critério dos nossos
juízos, o argumento sem réplica. Na ausência
dos fatos, a dúvida se justifica no homem ponderado. Com relação às coisas
notórias, a opinião dos sábios é, com
toda razão, fidedigna, porquanto eles sabem mais e melhor do que o vulgo.
Mas, no tocante a princípios novos, a
coisas desconhecidas, essa opinião quase nunca é mais do que hipotética,
por isso que eles não se acham, menos
que os outros, sujeitos a preconceitos. Direi mesmo que o sábio tem mais
prejuízos que qualquer outro, porque
uma propensão natural o leva a subordinar tudo ao ponto de vista donde
mais aprofundou os seus conhecimentos:
o matemático não vê.


O ESPIRITISMO E OS FENÔMENOS ESPIRITAS: "Os fenômenos espiritas repousam
na ação de inteligências
dotadas de vontade própria e que nos provam a cada instante não se acharem
subordinadas aos nossos caprichos.
As observações não podem, portanto, ser feitas da mesma forma; requerem
condições especiais e outro ponto de
partida".

"O Espiritismo esta todo na existência da alma e no seu estado depois da
morte."

FALIBILIDADE DA RAZÃO: "O homem que julga infalível a sua razão esta bem
perto do erro. Mesmo aqueles,
cujas idéias são as mais falsas, se apoiam na sua própria razão e é por
isso que rejeitam tudo o que lhes parece
impossível. Os que outrora repeliram as admiráveis descobertas de que a
Humanidade se honra, todos endereçavam
seus apelos a esse juiz, para repeli-las. O que se chama razão não e
muitas vezes senão orgulho disfarçado e quem
quer que se considere infalível apresenta-se como igual a Deus.
Dirigimo-nos, pois, aos ponderados, que duvidam
do que não viram, mas que, julgando do futuro pelo passado, não crêem que
o homem haja chegado ao apogeu nem
que a Natureza lhe tenha facultado ler a ultima pagina do seu livro." .

ESTUDO ÚTIL DA DOUTRINA ESPIRITA: "Acrescentemos que o estudo de uma
doutrina, qual a Doutrina
Espirita, que nos lança de súbito numa ordem de coisas tão nova quão
grande, só´ pode ser feito com utilidade por
homens sérios, perseverantes, livres de prevenções e animados de firme e
sincera vontade de chegar a um resultado.
Não sabemos como dar esses qualificativos aos que julgam a priori,
levianamente, sem tudo ter visto; que não
imprimem a seus estudos a continuidade, a regularidade e o recolhimento
indispensáveis."
"Abstenham-se os que entendem não serem dignos de sua atenção os fatos.
Ninguém pensa em lhes violentar a
crença; concordem, pois, em respeitar a dos outros."
.
CARACTERÍSTICA DA SERIEDADE DE UM ESTUDO: "O que caracteriza um estudo
serio e a continuidade
que se lhe da. Será de admirar que muitas vezes não se obtenha nenhuma
resposta sensata a questões de si mesmas
graves, quando propostas ao acaso e a queima-roupa, em meio de uma
aluvião de outras extravagantes? Demais,
sucede freqüentemente que, por complexa, uma questão, para ser elucidada,
exige a solução de outras preliminares
ou complementares. Quem deseje tornar-se versado numa ciência tem que a
estudar metodicamente, começando
pelo principio e acompanhando o encadeamento e o desenvolvimento das
idéias. Que adiantara aquele que, ao
acaso, dirigir a um sábio perguntas acerca de uma ciência cujas primeiras
palavras ignore? Poderá o próprio sábio,
por maior que seja a sua boa-vontade, dar-lhe resposta satisfatória? A
resposta isolada, que der, será forçosamente incompleta e quase sempre por
isso mesmo, ininteligível, ou parecera absurda e contraditória. O mesmo
ocorre em
nossas relações com os Espíritos. Quem quiser com eles instruir-se tem que
com eles fazer um curso; mas, exatamente
como se procede entre nos devera escolher seus professores e trabalhar
com assiduidade".

CONDUTA DOS ESPÍRITOS SUPERIORES: "Dissemos que os Espíritos superiores
somente as sessões serias
acorrem, sobretudo as em que reina perfeita comunhão de pensamentos e de
sentimentos para o bem. A leviandade
e as questões ociosas os afastam, como, entre os homens, afastam as
pessoas criteriosas; o campo fica, então, livre
a turba dos Espíritos mentirosos e frívolos, sempre a espreita de
ocasiões propicias para zombarem de nos e se
divertirem a nossa custa".
"Se quereis respostas sisudas, haveis de comportar-vos com toda a
sisudeza, na mais ampla acepção do termo, e
de preencher todas as condições reclamadas. Só´ assim obtereis grandes
coisas. Sede, alem do mais, laboriosos e
perseverantes nos vossos estudos, sem o que os Espíritos superiores vos
abandonarão, como faz um professor com
os discípulos negligentes".

QUESTÕES PARA
ESTUDO

1 - Por que Kardec afirma que as observações dos fenômenos espíritas
diferem dos métodos comumente
usados pela ciência?

2 - Como deve ser o estudo do Espiritismo, segundo recomendação de Allan
Kardec?

3 - Como podemos saber se uma comunicação provém de um espírito de ordem
superior?

  Conclusão deste estudo 
1998-2015 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo