Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Educar      Família      
Home > O Livro dos Espíritos
Os animais e o homem - 1a. Parte (Estudo 99 de 193)

       

LE099 - Estudo Sintetico do Livro dos Espiritos
LIVRO DOS ESPIRITOS- Allan Kardec. Os Treis Reinos.
Parte Segunda. Capitulo XI. Pergunta 592 a 600.
Tema: Os animais e o Homem

a) Comparando os homens e os animais em relaçao à
inteligencia, varios filosofos nao estao muito de acordo,
uns querem que os homens sejam animais e outros que os
animais sejam homens. Estao todos errados, o homem é um ser
a parte, que desce muitas vezes muito baixo, e que pode
elevar-se muito alto. No fisico é como os animais e bem
menos provido do que eles, mas a natureza lhes deu tudo
aquilo que nescessita inventar com a sua inteligencia para
prover as suas necessidades e conservaçao. Seu corpo se
destroi como o dos animais, mas o seu Espirito tem destino
que só ele pode compreender, pois só ele é completamente
livre.

b) O instindo domina a maioria dos animais, mas podemos ver
que existem alguns que agem por uma vontade determinada. É
que tem inteligencia, mas ela é limitada.
(ver comentario de Kardec à questao 593)

c) Os animais nao possuem uma linguagem formada de palavras
e silabas, mas tem um meio de comunicar-se entre si. Eles
dizem muito mais coisas que supomos, mas sua linguagem é
limitada, como as proprias ideias, às suas necessidades.

d) Mesmo os animais que nao possuem voz se comunicam, como
nos homens temos outros meios de comunicar-mos sem usar a
palavra. Os animais sendo dotados de vida de relacao tem
meios de se prevenir e exprimir sensaçoes que experimentam.
O homem nao tem o privilegio da linguagem, mas as dos
animais é instintiva e limitada pelo circulo exclusivo de
suas necessidades, enquanto no homem é perfectivel e se
presta a todos concepcoes da sua inteligencia.
(ver comentario de Kardec à questao 594 A)

e) Os animais nao sao simples maquinas, mas sua liberdade de
açao é limitada pelas suas necessidades, e nao pode ser
comparada com à do homem. Sendo muito inferiores a este, nao
tem os mesmos deveres e sua liberdade é restrita aos atos da
vida material.

f) A habilidade de certos animais imitar a linguagem humana
é devido à conformaçao particular dos orgaos vocais ,
secundada pelo instindo de imitaçao. O simio imita os
gestos, certos passaros imitam a voz.

g) Os animais tem um principio, independente da materia e
que sobrevive ao corpo.

h) Este principio é tambem uma alma, mas inferior à do
homem. Entre as almas dos homens e dos animais existe uma
distancia tao grande quanto entre a alma dos homens e Deus.

i) A alma dos animais conserva sua individualidade após a
morte do corpo, mas nao tem consciencia de si mesma. A vida
inteligente permanece em estado latente.

j) A alma dos animais nao pode escolher em que especie
encarnar, pois ela nao tem livre arbitrio.

k) A alma do animal apos a morte fica numa especie de
erraticidade, mas nao é um espirito errante, pois o espirito
errante é um ser que pensa e age por sua livre vontade, a
dos animais nao tem esta faculdade. O Espirito do animal
apos a morte, é classificado pelos espiritos incubidos disso
e utilizado quase imediatamente, nao dispondo de tempo para
se relacionar com outras criaturas.


PERGUNTAS PARA ESTUDO E DEBATE VIRTUAL.

1 - Que comparaçao podemos fazer entre a alma dos homens e
dos animais ?

2 - Como é feita a comunicaçao entre os animais ?

3 - Os animais possuem livre arbitrio ?

4 - O que acontece com a alma dos animais apos a morte do
corpo ?
  Conclusão deste estudo 
1998-2015 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo