Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Educar      Família      
Home > O Livro dos Espíritos
Felicidade e infelicidade relativas - 2a.part e (Estudo 162 de 193)

       

R E S U M O

a) Nossa vocaçao está ligada as nossas aptidoes naturais e exerce-la ou nao pode ser causa da nossa infelicidade. Cabe aos pais darem orientacao e educacao moral para que seus filhos exerçam com alegria sua vocacao.

b) Mesmo quando por motivos alheios a sua vontade o ser humano tiver que exercer atividade nao compativel com sua vocacao ou formacao intelectual deverá faze-lo sem preconceito, pois nao existe nenhuma profissao ou trabalho honesto que seja humilhante.

c) Por ser a Terra um lugar de expiacao o sofrimento está por toda parte e somente deixará essa condicao quando aprendermos a fazer dela nossa morada do Bem.

d) É nossa responsabilidade espalharmos o bem, deixando de sermos timidos e fracos ao enfrentarmos o mal.

e) O homem é o unico responsavel por seus sofrimentos sejam eles fisicos ou morais.



QUESTÕES PARA ESTUDO E PARTICIPAÇÃO:

1 - Por ser filho de um grande cirurgiao voce terá que ser tambem um cirurgiao de renome. Esta imposicao de pais e sociedade é correta?

2 - O que fazer no caso de pessoas que nao podem prover suas necessidades básicas. De quem é a responsabilidade?

3 - Qual a influencia de nossas imperfeiçoes na busca da felicidade?

4 - Até onde nossos preconceitos nos prejudicam no relacionamento diario com nossos semelhantes? (interessante analisar uma serie de comerciais de uma determinada marca de carros sobre reavaliar seus conceitos
  Conclusão deste estudo 
1998-2015 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo